Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

João de Deus: o pedagogo.


 

A Cartilha Maternal

Este systema funda-se na língua viva. Não apresenta os seis ou oito abecedários do costume, senão um, do typo mais frequente, e não todo mas por partes, indo logo combinando esses elementos conhecidos em palavras que se digam, que se ouçam, que se intendam, que se expliquem; de modo que, em vez do principiante apurar a paciência numa repetição banal, se familiarisa com as letras e os seus valores na leitura animada de palavras intelligiveis.

Assim ficamos livres do syllabario, em cuja interminável serie de combinações mecânicas não há penetrar uma idéa !

 

PRIMEIRA LIÇÃO

Ora a verdadeira palavra do homem é a palavra escrita, porque só ella é immortal.

(…)e podeis lisongear o alumno (… )o muito que elle já sabe (…)acabais de confirmar que as vogaes, nesses cinco elementos são a alma da escrita e da leitura.


                                   Ai

                                 UI

                           EU    IA

 


Teresa Vieira

Agosto 2013