Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

For the joy of it

 

A mais alegre entre as manhãs

Foi aquela de Maio

O meu amor passeava-se pela rua

E seus parentes vieram à boda

Assistiram à missa nova

Cantando as epístolas da estrela maior

O meu amor

De rosa na mão

Colocou a carta no correio

Aquela em que agradecia o céu na terra

A casa

O pão

Os beijos do barril de mel

E o meu amor dançou todos os mistérios

De um dia hei-de

Jejuar

Para te amar

E em ti o óvulo

Mais fértil entre as manhãs

De Maio

Quando só uma toda ela

A razão  

 

Teresa Bracinha Vieira

Maio 2017