Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

LONDON LETTERS

The sound of the European music1.JPG

The sound of the European music, 2015-17

A intervenção soa como um ultimato aos eurocéticos. O Prime Minister informa os ministros de Her Majesty Government que ou o apoiam na questão europeia ou abandonam o executivo. Que o RH David Cameron o diga em público e não no recato de Downing Street é algo que o Tory PM não pode perder na tradução durante o G7 Summit na Bavaria (Ger).

The sound of the European music2.JPG

Chérie. A grands maux, grands remèdes! A agitação em Westminster é tal que o No. 10 reinterpreta hoje a declaração de ontem, com esclarecimento de tal apoio respeitar às negociações em Brussels e não à campanha do referendum in/out. Inequívoco, todavia, é a fratura partidária em torno da Brexit estar já eletrificada. — Hmm. A friend's frown is better than a foe's smile. O Kensington Palace divulga fotografias do smiley Prince George com a irmã, revelando o batismo em July da Princess Charlotte na St Mary Magdalene Church de Sandringham (Norfolk, England). Em New York, Dame Helen Mirren conquista o Tony Theatre Award pelo 2nd The Audience. Nos Bavarian Alps, a Chancellor Angela Merkel acolhe a cimeira do Group of 7.

The sound of the European music3.JPGSunny, hot and bright days at London. E igual tempo solar em Schloss Elmau (Southern Germany), aonde em remoto castelo o Right Honourable David Cameron reune com os demais líderes das potências industriais para debater uma plural e crispada agenda internacional. Com as blue mountains em fundo há espaço para pastoris fotografias de família e até a traditional Bavarian meal of sausages and beer. À mesa de trabalhos do G7 tanto está a turbulência no Irak e em Greece como a crise das migrações, além da ameaça crescente da climate change e do Isis, mas o prato forte de Frau Merkel são as sanções económicas na new cold war face à guerra na Ukraine e à anexação da Crimea pela Russia do ausente President Vladimir V Putnin. O Foreign Office aposta aqui em novo tema: a corrupção e a necessidade de estreita cooperação nas políticas globais de prevenção e de combate contra um mal que “poisons and stifles the progress the G7 hopes to make on development and growth.”

Mas é a posição do United Kingdom na European Union que maior interesse desperta entre os turistas alpinos de Garmisch. At home sobrevém a criação de um grupo político de 50 Tories autodenominado como Conservatives for Britain, o qual soma simpatias abertas de deputados como os MPs Owen Paterson, Kenneth Clarke e Craig Mackinlay ou discretas de ministros como RHs Phillip Hammond ou Ian Duncan Smith. Qual o traço comum? Caso a renegociação a 28 não tenha êxito, e este afere-se não no corte de benefícios a emigrantes mas na soberania do “who governs Britain?,” defendem pragmática Brexit. Ou seja: a saída do euroclube, temida pelo eixo Washington-Berlin, para uma competitiva globalização na Commonwealth road.

The sound of the European music4.JPG

O eixo ocidental articula melhor em cenário real. Se as críticas a The Audience repetem os superlativos aquém e além Atlantic, entre o notável, soberbo e mesmo tremendo, algures se perde a conta aos prémios ganhos pela senhora dos palcos no papel de Elisabeth II. Primeiro recebe o popular Oscar e o elitista Olivier; agora Dame Helen Mirren ganha o global Tony. Aliás, não fora já o Buckingham Palace semanalmente reunir a monarca e o mais jovem Premier dos últimos 200 anos, o troféu é conquistado em cerimónia que igualmente contempla outra bela surpresa: the Juilliard dream de um jovem talento que os media qualificam como “an outside-the-box Brit.” Um ano após diplomar-se em Manhattan na Juilliard School of Arts, born in 1989 & an avid reader, Mr Alex Sharp conquista o Best Actor Award em New York pelo trabalho em The Curious Incident of the Dog in the Night-Time. Em suma, the 69th annual Tony Awards apresenta boa seara para os súbditos de HRH e discípulos de Master Shakespeare. — “Your Majesty, You did it again”. Com estas palavras recebe a dama o 2015 Tony Theatre Award pela sua segunda representação da Queen, desta feita não em West End (Lon) mas em plena Broadway (NY). — Well done, Ma’am.


St James, 8th June

Very sincerely yours,

V