Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

Blogue do Centro Nacional de Cultura

Um espaço de encontro e de diálogo, em defesa de uma cultura livre e pluridisciplinar. Estamos certos de que o Centro Nacional de Cultura continuará, como há sete décadas, a dizer que a cultura em Portugal vale a pena!

UCRÂNIAS

  

 

Nunca perde o dia
Quem passou pelo ponto exato
Da vida


Nunca perde a liberdade
Quem a vive na mesma aldeia
De um tempo


A espera é longa
Presentes
As infinitudes de coragem
Em noites de sangue pastoso


Quando as agonias
São gente em morte
Que nos entra pelas órbitas
E nos açoita


Irmão:


Sou um pequeno cascalho
Mas ainda veículo


Ao teu lado
Aceita-me


Basta-me até tu


Minha maravilha

 

Teresa Bracinha Vieira